Arquivos da categoria: Instituto Ser Educacional

Nota de Agradecimento – Asa Branca Turismo & Locadora

O Instituto Ser Educacional vem, por meio deste comunicado, agradecer aos serviços prestados pela empresa Asa Branca Turismo & Locadora, que gentilmente nos ajudou com as ações organizadas pela UNINASSAU e UNINABUCO acerca da limpeza das praias atingidas pelas manchas de óleo na costa pernambucana. Diante de tamanha tragédia, e da necessidade de apoio, tivemos o amplo suporte por parte da Asa Branca para dispor de ônibus para o transporte de alunos e voluntários que ajudaram a limpar várias praias que foram atingidas pelo óleo.

Ficamos muito felizes de poder compartilhar nosso sentimento de engajar a sociedade em prol de causas ambientais com parcerias como esta, que reforçam o comprometimento e seriedade de profissionais que enxergam o ambiente ao redor como um bem que deve ser cuidado não apenas para a nossa geração, mas principalmente para as próximas.

Sem título

UNINASSAU João Pessoa recebe o projeto de Calçada Sensorial Itinerante

A Faculdade UNINASSAU João Pessoa recebeu, no dia 22 de outubro, o projeto do Calçada Sensorial Itinerante, realizado pelo Instituto Ser Educacional. O equipamento, que simula as dificuldades enfrentadas pelas pessoas com deficiência nas ruas, ficará exposto na cobertura da Instituição e é acessível a toda comunidade.
A calçada é constituída por módulos de madeira. A estrutura permite que os participantes possam realizar o trajeto utilizando cadeiras de rodas ou venda nos olhos, tornando a experiência ainda mais real e parecida com as situações enfrentadas pelas pessoas com deficiência.
Para a diretora da UNINASSAU, Flávia Simonassi, a Calçada Sensorial é um importante equipamento que busca contribuir para garantir a acessibilidade das pessoas com deficiência ou dificuldades de locomoção. “Através da calçada, as pessoas irão trabalhar, entre outros sentimentos, o da empatia, que é o de se colocar no lugar do outro e vivenciar as dificuldades enfrentadas diariamente pelos cadeirantes ou pessoas com deficiência visual”, afirmou.
objetivo_da_calcada_e_mostrar_as_dificuldades_enfrentadas_pelos_cadeirantes

Diretor de Governança Social do Grupo Ser recebe homenagem na Assembleia Legislativa

09.23-SOLENE-JA-109-1024x683

O Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência, comemorado no dia 21 de setembro, foi instituído no Brasil em 2005. A data, que tem como referência o Dia da Árvore, surgiu como forma de garantir a integração desse segmento na sociedade, de maneira igualitária e sem preconceitos. Por iniciativa do deputado Wanderson Florêncio (PSC), a Assembleia Legislativa promoveu, nesta segunda (23), Reunião Solene para marcar a passagem da data.

O idealizador do dia, Cândido Pinto de Melo, foi um dos fundadores do Movimento pelos Direitos das Pessoas Deficientes (MDPD) no Brasil. A partir de 1979, ele começou a realizar reuniões mensais com organizações de pessoas com deficiência e a discutir propostas para a transformação da sociedade assistencialista. Em 2008, o Brasil ratificou a Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, adotada pela Organização das Nações Unidas (ONU). Desse tratado, surgiu a Lei Brasileira de Inclusão (LBI).

“O Movimento pelos Direitos das Pessoas Deficientes conseguiu instituir no Brasil uma data consagrada a dar visibilidade a uma relevante parcela da população que convive com a deficiência em suas diversas manifestações: física, mental, sensorial”, pontuou o deputado Tony Gel (MDB), que presidiu a cerimônia.

Wanderson Florêncio, que é coordenador da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência e Doenças Raras da Alepe, afirmou que, de acordo com o último Censo realizado pelo IBGE, em 2010, 45,6 milhões de brasileiros possuem algum tipo de deficiência. “Precisamos trabalhar diariamente para que esses cidadãos se sintam devidamente integrados à sociedade”, frisou.

O diretor de Governança Social do Grupo Ser, Sérgio Murilo Júnior, recebeu uma placa comemorativa da Assembleia. Ele é responsável pelas ações da entidade educacional relacionadas a essa parcela da população. O gestor agradeceu e lembrou que a iniciativa é uma forma de prestar reconhecimento aos que trabalham pela causa no Estado. “A atitude da Alepe renova nossas energias para fazer mais por esse público”, salientou.

Durante a Reunião Solene, Wanderson Florêncio prestou uma homenagem especial, com entrega de certificados, a 49 instituições e pessoas que fazem trabalhos em prol do segmento. A cerimônia também contou com apresentações musicais das bandas inclusivas Sons do Silêncio e do Projeto Encontro, formadas por pessoas com deficiência, e do Circo Social, composto por jovens com síndrome de Down.

51150632-35fe-4965-96ca-1885eb2556a5

UNINASSAU Aracaju Realiza Ação Social Na Comunidade do Bairro Santa Maria/SE

A UNINASSAU Aracaju, através dos alunos e professores dos cursos de Direito, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia e Pedagogia, e por meio da parceria com a Farmácia do Trabalhador do Bairro (FTB de Santa Maria/SE), realizou durante a manhã do  Sábado (dia 10 de Agosto), ação social na Comunidade do Bairro Santa Maria/SE, direcionada à população carente do Bairro, oferecendo os seguintes serviços à comunidade:

– Medição de Glicemia,

– Aferição de Pressão;

– Assistência Farmacêutica;

– Avaliação Física;

– Orientação Nutricional;

– Massoterapia;

– Assistência Jurídica.

Por meio da ação de prestação de serviços de saúde, nossos alunos tiveram a oportunidade de ter mais uma experiência prática de contato humanizado e de responsabilidade social com a comunidade, numa parceria que favoreceu o bem estar da população e prevenção em saúde.