Agenda Social #15

Você Viu?

 

Com apoio da UNINASSAU, Projeto Não Posso Andar Mas Posso Voar leva pessoas com deficiência para voar de parapente

A limitação física não impede a pessoa de sonhar e acreditar que é possível. E é com essa certeza que a UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau apoia a iniciativa “Não consigo andar, mas posso voar”. Um projeto com o objetivo de proporcionar um passeio de parapente para pessoas com deficiência. A ação aconteceu na Praia do Sol, litoral da Paraíba, nos dias 19 e 20 de janeiro.

A atividade reuniu 60 cadeirantes de Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte e foi coordenada pelo publicitário e piloto Claudio Cardoso, mais conhecido como Cloud. Uma equipe da UNINASSAU acompanhará os participantes durante toda a viagem.

O diretor de Responsabilidade Social da UNINASSAU, Sérgio Murilo, ressalta que a Instituição sempre tem o compromisso de apoiar iniciativas que valorizem pessoas com deficiência. “Devemos estimular as pessoas que precisam superar os limites todos os dias. E a UNINASSAU vem cumprindo esse papel gradativamente com suas ações de inclusão social. Além desse projeto de acessibilidade, temos mais outros dois reconhecidos no Estado, como o Bike sem Barreiras e o Praia sem Barreiras, este último em parceria com a Empetur. E não temos dúvidas que o “Não consigo andar, mas posso voar” também será um sucesso”, disse.

 

UNINASSAU Aracaju desenvolveu mais uma edição do Projeto Capacita

A Faculdade UNINASSAU Aracaju ofereceu 7.200 vagas em 72 cursos gratuitos para a população. O Projeto Capacita 2019 teve início no dia 14 e seguiu até o dia 25 de janeiro. Foram ofertados cursos em diversas áreas, incluindo mecânica básica de automóveis, reparo de eletrodomésticos e cursos nas áreas de tecnologia, Direito, finanças e saúde.

O diretor da Instituição, Yuri Neiman, ressalta que o Capacita tem um papel de grande relevância na qualificação profissional dos participantes. “O objetivo principal do projeto é promover a capacitação da população para o mercado de trabalho, por meio da oferta de cursos gratuitos e de rápida duração”, explica.

A programação contou com cursos que abordaram temas como: Cuidados com a pele: quando e como fazer?; ASMA: como trato?; Por onde começar a montar seu próprio negócio: entendendo a burocracia; Como fazer um trabalho científico – TCC, artigos; Formatação de TCC no Word e Desenvolvimento de páginas em HTML para Leigos; entre outros.

 

UNINASSAU marca presença em encontro sobre doenças raras com primeira-dama e ministros em Brasília

A UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau participou de um encontro com a primeira-dama Michelle Bolsonaro, a ministra da Mulher da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves e o ministro da Cidadania, Osmar Terra, para debater ações que possam melhorar a qualidade de vida de pessoas com deficiência (PCD). Durante o evento o governo anunciou a criação da Coordenação Nacional dos Raros, com o objetivo de elaborar políticas de assistência para quem sofre de síndromes raras.

Na ocasião, a UNINASSAU foi representada pelo coordenador de Responsabilidade Social da Instituição, Sergio Murilo, que destacou a importância de trabalhos ligados as relações humanas e assistenciais realizados pelo Centro Universitário como Mães Produtivas, Sorriso Especial e Circo Social. “Identificamos uma grande disposição do governo em estudar e atender as demandas do segmento das pessoas com deficiência, com um foco especial na questão das doenças raras. Acredito que nós podemos contribuir bastante com o tema, já que temos diversos projetos exitosos na área”, afirmou.

Ainda segundo ele, a parceria pode contribuir positivamente para o engajamento de mais voluntários. “Outra contribuição importante poderá ser na área do voluntariado. Temos mais de 150 mil alunos espalhados em todo o país e acredito que a parceria do governo pode aumentar ainda mais o número de pessoas dispostas a ajudar”, completou.

Doenças raras

Segundo dados do Ministério da Saúde, o Brasil conta com cerca de 13 milhões de pessoas com algum tipo de doença rara. Considera-se doença rara aquela que afeta até 65 pessoas em cada 100.000 indivíduos, ou seja, 1,3 pessoas para cada 2.000 indivíduos. O número exato de doenças raras não é conhecido. Estima-se que existam entre 6.000 a 8.000 tipos diferentes de doenças raras em todo o mundo.

As doenças raras são caracterizadas por uma vasta complexidade de sinais e sintomas que divergem de caso a caso. Essas doenças são crônicas, proliferativas e/ou degenerativas podendo inclusive levar à morte.  Além disso, muitas delas não possuem cura, de modo que o tratamento consiste em acompanhamento clínico, fisioterápico, fonoaudiológico, psicoterápico, entre outros, com o objetivo de aliviar os sintomas ou retardar.

 

Agenda Social 15

Agenda Social #14

Você Viu?

 

Projeto Bike Sem Barreiras completa dois anos com programação especial

A UNINASSAU comemora com uma programação especial, no próximo domingo (16), o aniversário de dois anos do projeto Bike Sem Barreiras que promove saúde, lazer e bem-estar para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. O evento acontece na Avenida Marques de Oliveira, Recife Antigo, na ciclofaixa nos arredores do Marco Zero, das 9h às 16h. Às 10h30 será cortado o bolo e cantado os parabéns.

Além do costumeiro passeio de bicicleta, os usuários poderão fazer um alongamento acessível que será ministrado pelos monitores dos cursos de Fisioterapia e Educação Física, seguido de um café da manhã e diversas atividades de lazer como gincanas, torneio de dominó e jogos de perguntas e respostas.

Segundo o coordenador de Responsabilidade Social da UNINASSAU, Sérgio Murilo, a comemoração é uma forma de agradecer todas as pessoas que se envolveram no projeto. “Estamos muito felizes com o sucesso do Bike Sem Barreiras e com tudo que alcançamos até agora. Essa comemoração é uma forma de retribuir o carinho de todos os usuários do projeto, além dos nossos parceiros e colaboradores que acreditaram no projeto”, afirmou.

 

Voluntários da UNINASSAU limpam praia de Itapuã

Com o objetivo de chamar atenção da população para os cuidados com o descarte do lixo nas praias, voluntários da UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau Salvador e da Faculdade UNINASSAU Lauro de Freitas estarão unidos para realizar a limpeza da praia de Itapuã. A ação acontece na manhã desta sexta-feira (14), partir das 6h30.

A coleta do lixo será feita voluntariamente por alunos, docentes, coordenadores e funcionários da instituição, que irão percorrer a extensão de areia da sereia de Itapuã em direção ao Farol. A reitora da UNINASSAU Salvador, Cecília Queiroz, destaca a relevância dessa atividade. “Mais uma vez, a universidade cumpre com seu papel, formando, além de profissionais, cidadãos e promovendo ações que de fato fazem a diferença na sociedade. Neste caso, alertando para a preservação das nossas praias”, explica.

O Praia Limpa é uma atividade que faz parte do calendário acadêmico de responsabilidade social da instituição. Ele acontece todo o semestre em diversas praias de Salvador e região e tem como objetivo minimizar os impactos que o lixo marinho causa na fauna e na flora.

 

UNINASSAU Acontece

Alunos da UNINASSAU Maceió restauram pintura da Catedral Metropolitana

Os alunos do curso de Arquitetura e Urbanismo da UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau, em Maceió, estão participando da restauração das pinturas sacras da Catedral Metropolitana da cidade. A atividade é um projeto de extensão desenvolvido pelo coordenador do curso, o professor Adenilton Andrade.

“Este projeto proporciona uma rica experiência no campo da restauração arquitetônica. Só nesta primeira etapa, são 28 estudantes envolvidos. É um projeto social da UNINASSAU em parceria com a Arquidiocese de Maceió e a empresa de restauração Ornato Gregório Rocha”, explica Adenilton.

De acordo com o coordenador, os estudantes fazem parte do único projeto de estágio curricular na área de restauro no estado de Alagoas, no qual eles têm a chance de colocar a mão na massa. “Eles removem camadas de tinta, identificam figuras sacras, estudam a policromia das cores daquela época e trabalham na restauração das obras de arte que estão escondidas nas paredes da Catedral”, destaca.

Para Dom Antônio Muniz, Arcebispo Metropolitano de Maceió, este trabalho será de grande valia para os alunos, que estão tendo essa experiência, e, também, para a comunidade. “É uma agregação de valores técnicos e culturais que vai beneficiar todos com o visual, com a arquitetura e a conservação do patrimônio histórico. Além disso, a iniciativa treina pessoas que são o futuro da arquitetura da nossa cidade”, pontua o Arcebispo.

Cristiano Gregório, responsável por supervisionar os estudantes durante a restauração, reforça a importância do trabalho. “Trata-se de um patrimônio histórico muito importante para o nosso estado. Além disso, vejo como uma forma de aprendizado prático para os estudantes, que estarão em um canteiro de obras e, com certeza, sairão com um diferencial positivo sobre as práticas adotadas no restauro”, afirma.

A estudante de Arquitetura e Urbanismo da UNINASSAU Maceió, Dayane Tenório conta que participar desse projeto junto a outros profissionais da área de restauro será muito gratificante. “Vou poder acompanhar de perto o trabalho tão cuidadoso dos restauradores. Pretendo seguir na área de pesquisa e restauro após da faculdade, então, com certeza, esta será uma oportunidade muito valiosa. Tenho certeza que este trabalho abrirá portas para mim no futuro”, diz a acadêmica.

 

Agenda Social 14

Agenda Social #13

Você Viu?

 

Praia Sem Barreiras comemora cinco anos em Candeias

No sábado (08/12), o Projeto Praia Sem Barreiras da UNINASSAU, em parceria com a Empetur e Prefeitura de Jaboatão comemorou cinco anos do inicio das suas atividades em Jaboatão dos Guararapes. O evento aconteceu na arena montada na orla de Candeias e contou com 55 usuários e 40 acompanhantes, além de música, comidas, bebidas e o tradicional banho de mar assistido.

A comemoração contou também com a presença das bicicletas e estrutura do Bike Sem Barreiras, outro projeto de Responsabilidade Social da UNINASSAU com o objetivo de promover momentos de lazer para pessoas com baixa ou nenhuma mobilidade. “Estamos completando cinco anos de atividade que sempre procuramos exercer com muito carinho e seriedade para as pessoas com deficiência. Esperamos que venham mais 10 anos pela frente”, comemorou o coordenador de responsabilidade social da UNINASSAU, Sergio Murilo.

Praia Sem Barreiras – O Projeto teve início em 2013 e acontece durante todo o ano, de sexta à domingo, sempre em dias em que a maré está baixa. É montada uma estrutura na areia com uma esteira especial, para facilitar o acesso dos usuários, além das cadeiras anfíbias e esteiras de acesso que levam as pessoas até o mar. Estas cadeiras possuem braços que funcionam como boias e cintos para não haver o risco de quedas. Toda a assistência é dada por estudantes de Fisioterapia, Educação Física, Enfermagem e Turismo da UNINASSAU. Todos os voluntários passam por capacitações para poder atender melhor aos usuários.

 

Grupo de idosas realiza exposição de memórias na UNINASSAU

A terceira idade é um momento em que a maioria das pessoas deseja estar sem preocupações, apenas colhendo os frutos do que plantou durante a vida. É pensando neste presente que a equipe da Clínica Escola de Saúde da UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau, em Campina Grande, realizou uma Exposição de Memórias com os idosos do projeto Qualidade de Vida na Terceira Idade. O evento aconteceu na  quarta-feira (12), às 8h, no campus Estação Velha.

A iniciativa da exposição partiu das próprias participantes do projeto, que já estão acostumadas a ouvir palestras de diversos profissionais e praticar exercícios físicos, aprendendo meios de tornar a terceira idade cada vez mais tranquila e saudável. Para Maria das Neves Ursulino, 70, o grupo de idosos mudou muito a sua perspectiva da vida depois de uma depressão. “Eu já passei por muita coisa, já tive depressão e agora estou boa, graças ao pessoal daqui, que cuida tão bem da gente”, relata. “Eu faço até exercício físico. Vejo minhas amigas nas reuniões e tenho uma vida social muito boa. Estou com 70 anos e não me troco por uma de 30”, destaca.

A psicóloga e preceptora de psicologia da Clínica Escola, Carla Correia, descreve alguns detalhes do projeto. “Nós trabalhamos semanalmente com o grupo terapêutico. A proposta surgiu para dar lugar a troca de atividades e dinâmicas sugeridas pelas próprias idosas. Elas disseram que gostariam de fazer essa exposição de objetos e fotos que são símbolos de histórias do passado, resgatando memórias afetivas que guardam com carinho”, completou.

A Clínica Escola da UNINASSAU em Campina Grande está localizada na Rua Antônio Carvalho de Sousa, 295, Estação Velha. Para saber outras ações realizadas pela clínica Escola, está disponível o telefone (83)2101-8925.

 

Projeto Bike sem barreiras promove inclusão na Magalhães Neto em Salvador

Com o objetivo de chamar atenção para o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência que se comemorou no dia 3 de dezembro, a UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau, em Salvador, participou no domingo (2), de uma caminhada realizada pelo Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Crefito-7). A caminhada contou com o projeto de responsabilidade social da Instituição, Bike Sem Barreiras, que fomenta a inclusão social.

A ação ocorreu na Avenida Magalhães Neto, no bairro da Pituba em Salvador, e contou com a presença dos atletas do time de Futebol de Amputados do Bahia, que puderam vivenciar um momento de lazer gratuitamente, através das três bicicletas adaptadas da UNINASSAU. Discentes do curso de fisioterapia também estiveram presentes.

O professor do curso de fisioterapia, Eduardo Santana cita a importância de ações como essa para a formação do profissional. “Precisamos entender que a participação é para todos, independentemente da sua necessidade, é muito importante para a prática do profissional Fisioterapeuta”, concluiu.

Na ocasião, os alunos do curso de biomedicina juntamente com a coordenadora do curso, Milena Lima, distribuíram protetor solar através do projeto “Tô de boa no verão”, que alerta para a prevenção ao câncer de pele. “Além de fomentar a inclusão, precisamos chamar atenção da população para os cuidados com a pele, principalmente na prática de esportes ao ar livre”, explicou.

 

Meeting UNINASSAU: Empreendedorismo e Inovação

A primeira edição do “Meeting UNINASSAU: empreendedorismo e inovação” foi realizada nos dias 04 e 05 de dezembro, na unidade Farol da UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau, em Maceió. O primeiro dia do evento contou com palestras sobre o sistema BIM e suas aplicações e sobre a importância de se trabalhar o accountability pessoal no mundo V.U.C.A. Mesas redondas sobre a transformação dos negócios na era pós-digital e sobre planejamento em startups também preencheram a programação.

No segundo dia, indústria 4.0, negócio social, empreendedorismo e inovação na educação e gerenciamento de projetos de inovação foram alguns dos temas abordados em palestras. Além disso, o público pôde conhecer os cases de sucesso das franquias alagoanas Açaí Concept e The Black Beef e do Projeto Zoo Pet Silvestre. Mesas redondas discutiram o impacto das redes sociais no mercado e gestão de mídias sociais. Simultaneamente, durante todo evento aconteceu a feira de negócios com exposição de produtos e serviços dos mais variados segmentos.

 

UNINASSAU realiza atendimento para comunidade em parceria com a Marinha

A UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau, em Maceió, realizou, no sábado (08), serviços gratuitos nas áreas de Odontologia, Nutrição, Farmácia e Fisioterapia, como parte de uma ação cívico-social alusiva à Semana da Marinha. O evento ocorreu em uma escola municipal que atende crianças do Vale do Reginaldo, área humilde da capital alagoana.

Os alunos do 2º período de Odontologia da UNINASSAU Maceió ofereceram à comunidade orientação sobre higiene bucal e aplicação de flúor em adultos e crianças. “Eles estão começando a vivência clínica e, por isso, o contato com o paciente, com a comunidade e com a realidade carente do entorno é importante, visto que muitos alunos desconhecem essa realidade.  Para a comunidade, esse tipo de suporte vindo das instituições é fundamental. Sem dúvidas, é muito importante essa parceria entre a UNINASSAU e a Marinha”, disse o coordenador do curso, Alysson Calheiros.

Estudantes de Fisioterapia levaram cuidados com a pele para os atendidos, através de limpeza de pele superficial. A professora Alexandra Alcântara, responsável pela atividade, contou que a resultado na pele é instantâneo e, além disso, traz melhora na autoestima do paciente, pois o atendimento é individualizado e focado em cada tipo de pele. “Para os alunos, o ganho é imenso, pois eles levarão esse aprendizado para a vida toda e estarão colocando a mão na massa, tendo a oportunidade de lidar com vários tipos de pessoas”, pontou.

Os moradores da comunidade tiveram ainda atendimento com os estudantes de Nutrição, que realizaram uma avaliação de peso e altura para oferecer orientação nutricional de acordo com o resultado. A professora Aline Martins, que coordenou a atividade, explica que, com esse atendimento, a população sai orientada do que é melhor para se ter uma vida mais saudável.

Na ocasião, estudantes de Farmácia também ofereceram uma palestra sobre medidas profiláticas para parasitoses intestinais. Infelizmente, muitas crianças ainda são acometidas por verminoses, por isso, a orientação dos alunos dá às crianças a chance de, com as medidas necessárias, evitarem vermes, amebas e outras enfermidades.

 

Agenda Social 13

UNIVERITAS/UNG – DIA INTERNACIONAL DE COMBATE À VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES

NOVEMBRO AZUL

O Dia Internacional de combate à Violência Contra as Mulheres é comemorado anualmente em 25 de novembro. O evento tem como objetivo de alertar a sociedade sobre os casos de violência e maus tratos contra as mulheres. A violência física, psicológica e o assédio sexual são alguns exemplos desses maus tratos. A Univeritas/UNG ressaltou a importância da denúncia deste mau trato e deixou registrado por meio de atendimento físico e psicológico à estas mulheres do valor que cada uma possui.

UNIVERITAS/UNG realiza a “Batalhas dos Chefinhos” com crianças da região

logo-pezinho-na-cozinha
06.11 (30)
Nos dias 5 e 6 de novembro, a UNIVERITAS/UNG realizou, no Campus Centro, o projeto Pezinho na Cozinha. A ação contou com a participação de restaurantes da região, crianças da ONG Fazendo a Diferença e de escolas particulares e representantes dos cursos de Nutrição e Gastronomia da Universidade.
Na ocasião, as crianças foram convidadas a participar da “Batalha dos Chefinhos”, competição culinária que propôs valorizar o prazer de consumir uma alimentação saudável e melhorar a qualidade de vida. Participaram 20 crianças entre 7 e 11 anos de idade. Elas foram levadas até a cozinha da Universidade e auxiliadas por profissionais, professores e alunos no preparo de pequenos pratos, o que lhes deu a sensação de independência em produzir o próprio alimento.
05.11 (32)
A nutricionista da Clínica de Nutrição da UNIVERITAS/UNG, Cristiane Botelho, reitera a importância da participação das crianças no projeto. “A cozinha é um lugar lúdico e colocar a mão na massa pode trazer muito aprendizado aos pequenos, além de, claro, incentivo para experimentarem novos sabores e texturas. Durante a ‘Batalha dos Chefinhos’, as crianças tiveram contato direto com o preparo de pratos saudáveis e coloridos e, além das questões nutricionais, incentivamos a autonomia, criatividade, gestão do tempo nas tarefas e trabalho em equipe”, explicou.
06.11 (56)
Antes da competição, as crianças participaram de uma aula teórica nutricional, na qual foram orientadas sobre a importância da boa alimentação. No segundo dia de visita, aconteceu a “Batalha de Chefinhos”. Os competidores foram divididos em duplas, sempre com o auxílio de um monitor e professor de Gastronomia, para a confecção dos pratos. No corpo de jurados, estiveram presentes nutricionistas dos restaurantes convidados.
06.11 (86)

UNIVERITAS/UNG INDICA A IMPORTÂNCIA DO DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

NOVEMBRO AZUL

O Dia da Consciência Negra é comemorado em 20 de novembro em todo o território nacional. A importância da data está no reconhecimento dos descendentes africanos na constituição e na construção da sociedade brasileira.

Diante disso, como nos anos anteriores, convidamos palestrantes de fora para abordar as dificuldades que estas pessoas sofre ano após ano. Esta palestra ocorreu no dia 23 de Novembro onde tivemos a presença dos alunos de serviço social ampliando seu conhecimento e indicando suas opiniões para melhorias na desigualdade social.

 

 

CAMPANHA DO NOVEMBRO AZUL A UNIVERITAS/UNG TAMBÉM PARTICIPOU

MONTAGEM

Nacionalmente, o mês de novembro se pinta da cor azul devido à campanha de prevenção ao câncer de próstata. E para registrar nossa importância sobre a campanha, a Univeritas/UNG promoveu diversas ações que ressaltaram a importância do exame de próstata para a prevenção de doenças malignas.

E para entreter à todos, realizamos atendimentos aos homens em uma empresa da região de Guarulhos, simultaneamente ocorreu um gincana com alunos da Universidade (com brindes no final) e a nossa tradicional Foto oficial com a participação de alunos e funcionários, todos de cor azul.

UNIVERITAS/UNG DESPERTOU O AMOR PELOS ANIMAIS

MONTAGEM

Nos dias 9 e 11 de outubro aconteceram no Campus Guarulhos Centro e Dutra, em prol ao Dia Nacional de Proteção aos Animais, atividades gratuitas de orientação à população sobre cuidados com pequenos animais domésticos e silvestres com a participação do curso de Medicina Veterinária da IES.

Além de uma campanha, entre os dias 10 a 24 de outubro, que recebemos diversas fotos “fofa” com seu animal de estimação, onde uma aluna do curso de Ciências Biológicas ganhou pela simpática do seu animal.

OUTUBRO ROSA UNIVERITAS/UNG

11.10 - manhã (2)

O mês de outubro foi marcado por várias ações da Campanha Outubro Rosa que teve como objetivo a conscientização da população sobre os males do câncer de mama, como detectar os primeiros sintomas e a importância do autoexame e também da mamografia periodicamente.

E a Universidade Univeritas/UNG realizou uma programação com diversas atividades gratuitas durante o mês inteiro, dentre elas: Doação de Fios, orientações aos alunos, atendimento à saúde da comunidade e palestras motivacionais, no Campus Guarulhos Centro, Bonsucesso, Itaquaquecetuba, entre outros locais.

MONTAGEM

UNG NA COMUNIDADE PROMOVENDO DIVERSOS ATENDIMENTOS

Artist Interview_ Lizzie StraussNos dias 14 e 15 de setembro, os cursos de Recursos Humanos, Enfermagem, Pedagogia e Fisioterapia, da Universidade Univeritas/UNG participaram de atividades voltadas para comunidade, com apoio da Empresa Nautika, Primeira Igreja Batista de Guarulhos e Casa Bom Pastor.

Teve como objetivo de atender as necessidades dos que habitam a região, especialistas, técnicos e estudantes da instituição ofertaram atendimentos de recreação infantil, testes glicemia, aferição de pressão e muito.1544032000856459