14/01/22

MÃE ESPERANÇA

Por que criamos o Mães Esperança?

O intuito principal do Mães Esperança é levar a qualificação profissional para as mães que não podem frequentar aulas presenciais, pois são cuidadoras dos filhos. Cerca de metade das oportunidades são destinadas para Pernambuco devido à alta incidência de casos de microcefalia no estado. A educação também é um meio alternativo para enfrentar outros problemas sociais que as mulheres sofrem: o estigma da situação econômica e a baixa autoestima.

Como atuamos?

O projeto foi criado pelo Grupo Ser Educacional em parceria com a Aliança de Mães e Famílias Raras (AMAR), para beneficiar as mães que não podem comparecer as aulas presenciais, por seus filhos precisarem de cuidados especiais. A iniciativa consiste em oferecer bolsas de graduação à distância (EAD) para essas mães, que não conseguiriam cumprir a carga horária de uma graduação presencial.

O diretor de Responsabilidade Social do grupo Ser Educacional, Sergio Murilo Jr., reforça o intuito do projeto: “Inicialmente a gente detectou que mães que possuem filhos com doenças raras, em especial, microcefalia, aqui em Pernambuco, estavam se sentindo improdutivas porque não tinham condições de trabalhar nem de estudar, devido a necessidade que seus filhos tinham de receber cuidados 24 horas por dia”, explica. Essa foi a força motriz para a idealização das bolsas EAD. “Visualizamos a possibilidade de oferecer bolsas de graduação e pós-graduação à distância para essas mães. Com isso, podemos transformar a vida dessas mães, a partir do momento que elas consigam concluir um curso superior ou fazer uma pós-graduação que presencialmente elas não teriam condições”, lembra.

Quem participa?

Mães de crianças com doenças raras, mediante comprovação, e que estejam devidamente aptas para o ingresso no ensino superior são o público-alvo do projeto. Todas que se enquadram nestes requisitos podem se candidatar e submeter inscrição.

Notícias?

Conheça onde atuamos por uma Educação de qualidade para todos e todas.

Saiba mais

UNAMA Castanhal realizará live com prof. Maria Berenice Dias em alusão aos 20 anos do Código Civil e temas do Direito das Famílias

UNIFACIMED simula acidente e é destaque em ação do Maio Amarelo

Ser Educacional publica cartilha de conscientização no Dia Internacional Contra a LGBTIfobia

UNG promove o projeto Ser Leitor em Guarulhos

UNINASSAU sedia o Festival Original Rua PE

Newsletter

Fique por dentro do que acontece no Instituto.